segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

O que acabei de ler: Ciranda de Pedra


Sempre que decido fazer a resenha de algum livro que acabei de ler demoro muuuuito tempo. Isso porque, apesar de ser uma devoradora de livros, sou péssima a fazer resumos. Nunca sei ao certo o que dizer e o que deixar de fora, como explicar porque tal livro me marcou tanto. Por isso gosto tanto das resenhas da Aline, ela escreve MUITO bem!

Então não estranhem se a resenha deste livro não for nada de especial, tá? Só a faço porque realmente gostei muito do livro e quero compartilhar convosco. 

A primeira vez que ouvi falar da história foi, infelizmente, quando deu a novela, há uns 3 anos. Digo infelizmente porque, apesar de não ter seguido muito a novela (achei muito chata), ao ler o livro apercebi-me de que não tinha NADA a ver com o livro. Mudaram muito a história central, o perfil dos personagens, o final, ou seja, estragaram tudo!

Citando o resumo que vem no livro, "na magnífica casa de Natércio, que Virgínia visita semanalmente, há num recanto frondoso do jardim, uma fonte dentro de uma roda formada por cinco anões de pedra. Ela efabula que essas cinco figuras são as suas irmãs, Bruna e Otávia e os amigos Afonso, Letícia e Conrado. Porém, Virgínia sente o peso da rejeição junto dessa família idealizada. Por isso, ao descobrir quem é o seu verdadeiro pai, após a morte trágica de Laura e Daniel, pede a Natércio que a deixe estudar em regime de internato. Voltará quase adulta para finalmente descobrir o que se oculta por detrás do mito familiar que cristalizou na imagem da ciranda dos anões de pedra."


Apesar de ser uma história muito diferente daquelas que costumo ler, gostei bastante. A narrativa é directa, simples, sem enrolação. A autora descreve os personagens de uma maneira, digamos, crua, sem floreados. Mesmo tendo uma história de amor no meio, não é um livro romântico como estou habituada. A história é, e não sei se não estarei a exagerar, crua, diria até dura.

Gostei bastante por isso mesmo, por ser algo que não estava nada à espera.

Alguém já leu? O que acharam?

8 comentários:

Aline Aimée disse...

Oi, Cat!!!
Obrigada pelo elogio, adorei!!!
E sabe que eu amo uma narrativa dura!
Esse deve ser bem interessante.
Foi novela da Globo? A emissora deve ter estragado o enredo. Não posso suportar suas novelas, rsrs.

Beijinhos, querida!

rose disse...

Acho que foi da globo e ja passou a muito tempo, mas nao lembro nadinha....ainda nao li...
Bjs rose jp

Cat e Ju disse...

Aline e Rose, a Globo fez duas adaptações do romance, uma em 1981 e outra em 2008. Mas a última não foi remake, foi uma adaptação diferente. Pelo que li, a primeira teve mais sucesso, apesar da autora ter gostado mais da segunda adaptação. Eu vi umas partes da segunda versão e achei muito chata, principalmente depois de ter lido o livro e me aperceber das mudanças idiotas que foram feitas! Bjos

heloisa de mesquita inoue disse...

Esse livro, eu li nos anos 70! E também assisti à novela! Duas vezes, ela foi regravada... muito triste, né? Beijos!

heloisa de mesquita inoue disse...

Olha, estou te seguindo neste blog:http://missmarilugersey.blogspot.com/

Cora disse...

Nunca me interessei pela novela.
Mas gostei da tua resenha do livro.
*)

carol disse...

Nossa que vontade de ler esse livro! Parece ser ótimo a respeito do que você descreve... Adorei o blog, ótimas dicas =D

rose disse...

Oi Cat, so passei aqui p dai um oi, vc deve estar na correria ne!!!!
Bjaoooo e se cuida!!! Saudades
Rose jp